Psicóloga Juliana Gois

Psicologia e Longevidade 🙎🏼

Aracaju

Selo:

Sem avaliação

Psicologia e Longevidade 🙎🏼

Aracaju

O aumento da expectativa de vida no brasil nem sempre é acompanhado de incentivo ou manutenção da qualidade de vida dos indivíduos. O crescimento da população de idosos do país e sua longevidade progressiva requerem uma rede social de apoio para que não representem apenas números em anos de vida e sim, qualidade dos anos vividos.

A velhice no imaginário ocidental é vista como o lugar daquele indivíduo que não produz mais, de invalidez, de doenças, dependência, perda de papeis sociais e familiares, de finitude, de morte. Assim, como negação do envelhecimento, a sociedade reconhece que o idoso que envelhece bem é aquele que parece jovem.

Claro que é ótimo poder envelhecer com jovialidade, mas o idoso não precisa parecer nem se comportar como jovem para que sinta que tem uma boa velhice.

É preciso se preparar para as dificuldades que o envelhecimento irá trazer para poder vivê-las com naturalidade e aceitação. É importante lembrar que envelhecer é sinônimo de estar vivo, mas é importante que essa vida seja bem vivida para que esse processo seja prazeroso.

À medida que um indivíduo envelhece, sua qualidade de vida é fortemente determinada por sua habilidade em manter autonomia e independência. Diante disso e do grande risco de vulnerabilidade emocional que o idoso sofre devido a quantidade de mudanças que ser ver "obrigado" a passar, a atuação da Psicologia se faz extremamente importante. Nas intervenções com idosos, torna-se fundamental resgatar os seus potenciais, acionar suas reservas sociais, emocionais ou cognitivas e possibilitar o exercício da autonomia mesmo em situações de dependência física.

O Propósito do trabalho da psicologia com os idosos é exatamente o de contribuir para o aumento da qualidade de vida desse grupo através de:

-Prevenção e/ou redução de fatores de risco para o desenvolvimento de patologias de um modo geral e manter boas condições físicas e emocionais.
-Estratégias para facilitar o enfrentamento do processo de envelhecimento e a ruptura com a visão passiva da velhice, acarretando em prevenção de doenças.
-Estímulo para que o idoso construa um projeto de vida para além das perdas que sofrera ao longo de sua vida, contribuindo para o fortalecimento de competências.
-Conscientização com os idosos sobre a sua responsabilidade de cuidar de sim mesmo para que fortaleçam sua trajetória de forma ativa.
-Busca de fontes de prazer que alimentem suas perspectivas para o futuro.
-Promoção e manutenção da autonomia e da independência nas tarefas do cotidiano.

Um dos principais objetivos desse trabalho é a valorização da pessoa idosa devido a sua história de vida, sabedoria e contribuição às famílias, instituições e sociedade.

Sejam todos muito bem vindos!

Juliana Gois - Psicóloga

Selo

Avaliações

Nota Geral

(79) 99945-1449

contato@psicologiaelongevidade.com.br (Enviar contato)

R. Campos, 609 - São José, Aracaju - SE, 49015-220, Brasil